Val Marchiori terá que indenizar Ludmilla por declaração racista
Val Marchiori terá que indenizar Ludmilla por declaração racista

Val Marchiori foi condenada a indenizar a cantora Ludmilla no valor de R$ 10 mil pela 3ª Vara Cível do Fórum Regional da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. O processo é referente ao Carnaval de 2016, quando a socialite pronunciou um comentário racista sobre a artista:
“A fantasia está bonita, a maquiagem… agora, o cabelo… Hello! Esse cabelo dela está parecendo um bombril gente!”
De acordo com a sentença emitida pela juíza Mariana Tangari Baptista, não houve divergência sobre o teor preconceituoso e sim quanto ao aspecto ofensivo do discurso.
Ao saber do resultado da ação, a assessoria da paranaense ressaltou a importância do direito à liberdade de expressão e proferiu o seguinte discurso:
“A decisão foi recebida com surpresa, já que não houve de minha parte qualquer comentário racista. Não sou e nunca fui racista e aguardo, serenamente, que a decisão seja revista no recurso que já está sendo preparado pelo meu advogado”.
Em réplica, a juíza falou que a liberdade de expressão deve ser exercida com responsabilidade, respeitando a dignidade da pessoa humana:
“O comentário feito por ela (Val Marchiori) não teve nenhum conteúdo jornalístico, informativo e útil para os telespectadores. Na verdade, foi um comentário depreciativo e racista, apto a causar dano moral à autora”.
A socialite Val Marchiori, em entrevista ao ‘TV Fama’, falou sobre o título de musa, dado a Jojo Todynho: “Ela tem o seu lugar, mas musa, não. Para mim, musa é a Sabrina Sato, Luciana Gimenez. Para mim, perfil de musa ela não tem. Isso não é polêmico, não gostar”.

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade









 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1