Tite confirma volta de Marcelo e prevê grande jogo contra Bélgica
Tite confirma volta de Marcelo e prevê grande jogo contra Bélgica


Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho; Paulinho, Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus. É com essa formação que o Brasil vai enfrentar a Bélgica, nas quartas de final da Copa do Mundo, nesta sexta-feira, às 15h, em Kazan. Tite confirmou a volta do lateral-esquerdo do Real Madrid, recuperado de um espasmo na coluna, mesmo depois das ótimas atuações de Filipe Luís contra Sérvia – entrou aos 10 minutos de jogo – e México.
“Conversei com o Marcelo e o Filipe Luís. O Marcelo saiu por um problema clínico e não voltou no jogo seguinte por um problema físico, só poderia jogar de 45 a 60 minutos. O Filipe Luís jogou muito nos dois jogos, competem os dois, deixam a cabeça do homem um trevo. E por critério volta o Marcelo”, afirmou o técnico, que também confirmou a entrada de Fernandinho no lugar do suspenso Casemiro.
Melhor ataque da Copa do Mundo de 2018, com 12 gols, a Bélgica entrou no caminho do Brasil depois de uma vitória explosiva de virada sobre o Japão com um gol no lance final do confronto.
A campanha de 100% de aproveitamento até agora na Rússia faz a comissão técnica brasileira ligar o alerta, e Tite acredita num grande jogo nesta sexta-feira. “O poder criativo da Bélgica é muito forte, a qualidade, vai ser um grande jogo. São duas equipes que primam por um futebol bonito, cada um com suas características. A Bélgica tem valores individuais de qualidade, um grande técnico, uma grande campanha. Vai ser um grande jogo”, previu Tite.

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade


Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

Sincomércio recebe pauta para convenção coletiva da categoria


Comissão inclui alfabetização plena e leitura como objetivos da educação básica


Cármen Lúcia suspende novas regras de cobrança dos planos de saúde


Candidatos com mandato terão prioridade na distribuição do fundo eleitoral, dizem partidos


Ministério do Trabalho é invadido e tem salas reviradas


1