Venceslau celebra ‘9 de Julho’ com familiares de ex-combatentes
Venceslau celebra ‘9 de Julho’ com familiares de ex-combatentes

 

Nesta sexta-feira pela manhã, 06, em Presidente Venceslau, o 42º Batalhão da Polícia Militar do Interior realizou solenidade comemorativa aos 86 anos da Revolução Constitucionalista de 1932 o “9 de Julho”. Além de autoridades civis e militares, o cerimonial reuniu familiares de ex-combatentes da revolução, entre os quais, do Coronel Miguel Brisola de Oliveira e do Tenente Osvaldo Barbosa.
O Tenente-Coronel Madrid, comandante do 42º BPM/I, em seu pronunciamento, ressaltou a luta dos paulistas à época para que o Brasil conquistasse uma nova constituição diante da ameaça da Ditadura Vargas. “Os paulistas insurgiram para defender a honra da pátria”, destacou.
Madrid citou ex-combatentes da região que lutaram na revolução, entre os quais, o Coronel Miguel Brisola de Oliveira, responsável pelo comando do batalhão em Prudente, Felício Tarabay, João Mendes Ribeiro, João Marques de Oliveira, Tenente Osvaldo Barbosa, entre outros.
À época, o Coronel Brisola comandou cerca de 1,2 mil homens na região. A revolução durou 87 dias de combate, onde 2,2 mil paulistas tombaram em defesa da nova constituição. O soldados  Miragaia, Martins, Dráusio, Camargo e Alvarenga, que morreram em defesa dos paulistas, simbolizam a revolução e são lembrados a cada 9 de Julho.   
“Apesar da derrota militar paulista, as principais reivindicações foram alcançadas”, acentuou Madrid. “O 42º BPM/I sente orgulho de todos que tombaram na revolução”, finalizou.
Ao final, o Lions Clube de Venceslau depositou uma coroa de flores no obelisco do Soldado Constitucionalista.

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade


Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

Sincomércio recebe pauta para convenção coletiva da categoria


Comissão inclui alfabetização plena e leitura como objetivos da educação básica


Cármen Lúcia suspende novas regras de cobrança dos planos de saúde


Candidatos com mandato terão prioridade na distribuição do fundo eleitoral, dizem partidos


Ministério do Trabalho é invadido e tem salas reviradas


1