Galiotte exalta faturamento de R$ 370 milhões no primeiro semestre
Galiotte exalta faturamento de R$ 370 milhões no primeiro semestre


Se, dentro de campo, o Palmeiras talvez não esteja enchendo os olhos de seu torcedor e da diretoria, fora dele, não pode-se dizer o mesmo. O clube fechou o primeiro semestre de 2018 com um faturamento bruto de R$ 370 milhões, o que é motivo de muitos elogios por parte do presidente Maurício Galiotte. Em entrevista nesta quinta-feira, o mandatário alviverde fez questão de mostrar toda sua satisfação com o trabalho que vem sendo feito com as contas da agremiação.
“O Palmeiras encerra o primeiro semestre com um faturamento bruto de R$ 370 milhões, com resultado de R$ 40 milhões, o que é muito positivo. Temos hoje uma situação financeira muito equilibrada, o Palmeiras honra com todos os seus compromissos. Não sei dizer, em relação aos demais clubes, se estamos na ponta, mas com certeza estamos entre os dois, três primeiros clubes do Brasil em termos de faturamento”, afirmou.
Em seguida, Galiotte listou as fontes responsáveis pela receita referente à primeira metade do ano, ressaltando que trata-se de um projeto que vem sendo realizado há algum tempo e que supera os limites do futebol.
“É importante dizer o Palmeiras tem fontes de receitas distintas e consistentes. Temos o patrocinador, a Crefisa, que é extremamente importante, a receita que vem do futebol, com arrecadação das partidas, o sócio-torcedor Avanti, temos TV, associados do clube, que também participam, venda de atletas, que é uma fonte com a qual o clube não contava há muito tempo… São condições de trabalho muito favoráveis, tanto para o clube como para o projeto na Academia de Futebol, e temos como meta deixar o Palmeiras como referência no futebol brasileiro e no futebol sul-americano”, completou.
 

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade









 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes



Datafolha




1