Carta de ex-namorada de Jim Carrey contém revelações bombásticas
Carta de ex-namorada de Jim Carrey contém revelações bombásticas

O ator atualmente está sendo processado pela morte da ex-namorada em uma ação movida pelo ex-marido de White, Mark Burton, e a mãe dela, Brigid Sweetman. Ambos afirmam que Carrey usou um nome falso para obter os medicamentos que White usou para se matar em 2015 e que ele os forneceu apesar de saber que ela era propensa à depressão e já havia tentado suicídio. Eles também alegam que Carrey deu a White “três DSTs sem avisá-la”.
Na sexta-feira, Carrey respondeu com uma denúncia contra o advogado de White, Filippo Marchino, seu escritório The X Law Group, Burton e Sweetman, alegando que seu processo é apenas um de uma série de tentativas de extorsão feitas contra ele por membros do grupo. Após esse movimento de Jim Carey, o advogado de Burton e Sweetman, Michael Avenatti, revelou em uma declaração à revista People que os advogados que representam a família de White descobriram uma carta de White para Carrey “durante um exame forense do iPad da Sra. White”.
Avenatti afirmou em uma declaração que a “nota, escrita nas próprias palavras de Cathriona, mostra ao mundo como Jim Carrey a tratou enquanto ela estava viva e seu comportamento destrutivo. Estamos ansiosos para mostrar o nosso caso para um júri de Los Angeles “.
Na nota, supostamente escrita em seu iPad em 8 de abril de 2013, White escreveu: “Isto é o que eu quero, você me deu HSV e HPV, eu quero que você se desculpe por isso porque se preocupa o suficiente”. Além disso, White afirmou: “Quando eu te conheci, você me apresentou a cocaína, prostitutas, abuso mental e doenças”.
De acordo com a People, entre março e agosto de 2013, Cathriona White, “com a participação e assistência” de seu advogado, ameaçou “ir à imprensa” com falsas afirmações de que Carrey lhe havia passado DSTs. Eles supostamente tinham registros que mostravam que ela não tinha as DSTs antes de se encontrar com Carrey.
Em uma declaração, Carrey disse: “Infelizmente, cometi o erro há três anos de desistir e aceitar um acordo após declarações falsas feitas contra mim pelo Sr. Marchino, em nome de Cathriona (...) Eu não cederei uma segunda vez a essas mesmas acusações fraudulentas feitas pelo marido de Cat, Mark Burton. Eu também não sou responsável pelo que essas pessoas desesperadas descobriram inadvertidamente sobre a mulher que eu adorava”.

Compartilhar Google+

0 Comentário(s)

Deixe seu Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados são obrigatórios*
Publicidade

Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1