Pensando na Libertadores, Santos pretende trazer pelo menos cinco reforços em 2018
Pensando na Libertadores, Santos pretende trazer pelo menos cinco reforços em 2018


Com 47 pontos, o Santos ocupa a segunda colocação do Campeonato Brasileiro. Faltando 12 rodadas para o término da competição nacional, o Peixe tem 13 pontos de distância para o Atlético-PR, primeiro time fora do G7. E por conta dessa “gordura”, a diretoria do alvinegro já começa a fazer um planejamento para a disputa da Libertadores de 2018.
E para reforçar o elenco no torneio continental da próxima temporada, o presidente Modesto Roma Júnior (foto) revela que estipulou a contratação de cinco jogadores, sendo dois laterais, um meia armador, um atacante de beirada e um centroavante.
Os nomes de Damián Díaz e Jonatan Álvez, meia e centroavante do Barcelona de Guaiaquil, respectivamente, do lateral-direito Nino Paraíba, da Ponte Preta, do meia Zé Rafael, do Bahia, e do ídolo Robinho, do Atlético-MG, já foram debatidos entre os dirigentes.
Até o momento, porém, nenhuma negociação foi iniciada. Afinal, de acordo com o Estatuto Social do Peixe, o atual presidente não pode comprar ou vender jogadores nos últimos três meses de mandato sem a autorização do Conselho Deliberativo e parecer favorável do Conselho Fiscal. As eleições do Santos acontecem no dia 9 de dezembro.
A chegada de um centroavante e um meia também pode servir para suprir as possíveis saídas de Ricardo Oliveira e Lucas Lima. A dupla tem contrato até o final deste ano e ainda não acertou a renovação com o Peixe.

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade


Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

Perda de prazo leva TJ a bloquear contas da Prefeitura de Presidente Venceslau


Comércio varejista da região cria 25 postos de trabalho em abril


Mullher tenta entrar em presídio com anotações na calça


Moradores se queixam de vazamento de caixa d’água


Casos de sarampo e pólio aumentaram em todo o mundo, diz relatório da OMS


1