Deputado alerta tramitação de leis para fornecimento de ‘farinata’
Deputado alerta tramitação de leis para fornecimento de ‘farinata’

 

O deputado estadual Carlos Giannazi (PSol) denunciou no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo que existem tanto na Alesp como na Câmara dos Deputados projetos de lei para introduzir ração humana, conhecida como “farinata” na rede escolar. Os três projetos preveem remuneração, por meio de isenções fiscais, às empresas que “doarem” alimentos prestes a vencer. 
Na Alesp, o PL 19/2017, proposto pela deputada Célia Leão, está tramitando na Comissão de Direitos Humanos, sendo que apenas um dia antes de Doria anunciar a distribuição dos granulados feitos com alimentos que seriam jogados no lixo, foi publicado requerimento de Roberto Massafera solicitando que a tramitação do projeto passasse a ser feita em regime de urgência. 
Na Câmara dos Deputados, o projeto da “farinata” é de autoria do deputado federal Arnaldo Jardim, que foi secretário da Agricultura de Alckmin. “Ficou claro que não é só um projeto do Doria. O PSDB pretende aprovar esse projeto e introduzir a ração humana em todo o Estado, talvez no Brasil. Estão todos tocando a mesma música”, alertou. 
Giannazi lembrou que o Conselho Regional de Nutricionistas se manifestou contra o granulado de sobras, considerando a ideia como um retrocesso nas políticas de erradicação da fome. Também destacou que a oferta do produto nos Centros Temporários de Acolhimentos está sendo alvo de procedimento investigativo do Ministério Público.

Compartilhar Google+

Comentário(s)

Publicidade

Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1