Alunos e professores da Unicamp conhecem a Pontal Flora, em PV
Alunos e professores da Unicamp conhecem a Pontal Flora, em PV


Conhecer a diversidade de ações e programas voltados para a proteção e gestão dos recursos hídricos no Pontal do Paranapanema foi o objetivo de um grupo com 43 estudantes e 03 professores do curso de Geografia do Instituto de Geociências da  Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), que estiveram de passagem na região neste final da semana. Entre as atividades, a Pontal Flora (Associação de Recuperação Florestal do Pontal do Paranapanema) esteve no roteiro oficial da excursão.
Na visita à sede da Pontal Flora, universitários e professores conheceram em detalhes, através de palestra conduzida pelo presidente José Alberto Mangas Pereira Catarino, o histórico da entidade e as ações nas áreas ambientais e educacionais desenvolvidas ao longo dos últimos 26 anos. O grupo teve ainda acesso a estrutura do viveiro e conheceu todos os processos, desde o semeio até a fase de acondicionamento das mudas para envio a campo.
Em consonância com a disciplina de Análise e Gestão de Bacias Hidrográficas, foi apresentado aos visitantes o Projeto Capacitação e Treinamento para Preservação e Gestão dos Recursos Hídricos, desenvolvido em parceria com o Comitê de Bacia Hidrográfica do Pontal do Paranapanema (CBH-PP), Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO) e Governo do Estado de São Paulo, cuja atuação simultânea nos 26 municípios abrangidos pelo CBH-PP inclui cursos de capacitação e treinamento, bem como plantio de matas ciliares. 
Em seguida, com a participação do engenheiro agrônomo e funcionário da CODASP (Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo) em Presidente Prudente, Diego Henrique Santos, foi feita a demonstração técnica do equipamento denominado “simulador de chuvas” para a visualização, em escala reduzida, do impacto das águas pluviais em solos com vegetação e nos desguarnecidos de qualquer proteção vegetal. Com a experiência, o grupo constatou o desgaste provocado em diferentes tipos de terrenos e suas consequências diretas na natureza, bem como os métodos eficazes para se evitar o assoreamento de córregos e rios.
Para o professor Raul Reis Amorim, da Unicamp, a passagem dos estudantes na região foi muito proveitosa. “A visita buscou articular o conteúdo teórico trabalhado em sala de aula com a aplicação em campo”, disse. 
Para José Catarino, a presença da Unicamp reforça a importância da Pontal Flora no contexto da atuação em prol da causa ambiental local e regional. “Ter a oportunidade de transmitir a estes jovens estudantes um pouco de nossa experiência e de nosso trabalho é a chance de despertar ou mesmo intensificar junto a eles a preocupação com o meio ambiente dentro da área de estudos”, comentou. 
Para Catarino, os jovens estudantes também poderão ser grandes incentivadores da causa ambiental. “É também a chance, humildemente falando, de que o trabalho da Pontal Flora seja levado adiante para outros pontos do Estado e do país, sendo uma referência futura para quando atuarem no segmento de mercado que escolherem”, reforçou.
Estiveram acompanhando a visita o secretário executivo do CBH-PP, Sandro Roberto Selmo, e o professor Antônio Cezar Leal, do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UNESP, campus Presidente Prudente. (Com Assessoria)

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade


Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

Perda de prazo leva TJ a bloquear contas da Prefeitura de Presidente Venceslau


Comércio varejista da região cria 25 postos de trabalho em abril


Mullher tenta entrar em presídio com anotações na calça


Moradores se queixam de vazamento de caixa d’água


Casos de sarampo e pólio aumentaram em todo o mundo, diz relatório da OMS


1