Colégio São Paulo destaca participação de jovens atletas no Intercolegial
Colégio São Paulo destaca participação de jovens atletas no Intercolegial


A equipe do futsal do Colégio São Paulo, em Venceslau, estreou anteontem à noite no Campeonato Intercolegial. Apesar da derrota por 3 a 1 para o Colégio Venceslauense, o time do Colégio São Paulo recebeu elogios do técnico e professor de Educação Física, Thiago Ricci
Tiago ressaltou que a maioria dos jogadores  de sua equipe é mais jovem que a média da competição. “Mesmo com este fator, o time atuou bem”, afirmou ao Portal Bueno.
Thiago disse ainda esperar que o time mantenha o rendimento para os próximos jogos. “Independente de resultado, o time jogou melhor do que eu esperava. Mesmo perdendo, eu gostei”, destacou.
O elenco do Colégio para este ano conta com apenas quatro estudantes do Ensino Médio (EM). Completam a lista outros dois alunos do 9º ano e nove do 8º. Conforme Ricci, os atletas do Ensino Médio não se interessaram em participar da competição. “Nosso Ensino Médio estava no início da preparação quando resolveu não jogar e os meninos do fundamental pediram para entrar. Foi muita responsabilidade para eles”, revelou o técnico.
O fato de enfrentar atletas mais velhos em competição faz com que o desenvolvimento seja ainda maior. “Estes meninos estarão prontos daqui a dois anos. Eles jogam um torneio para EM no 8º ano, ou seja, ainda tem o 9º antes”, concluiu o treinador.
Competição
Os jogos  do Intercolegial são disputados na quadra do Batalhão, com entrada franca para a população. O campeonato é organizado pela Ordem Demolay de Presidente Venceslau. (Com Portal Bueno)

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade


Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

Perda de prazo leva TJ a bloquear contas da Prefeitura de Presidente Venceslau


Comércio varejista da região cria 25 postos de trabalho em abril


Mullher tenta entrar em presídio com anotações na calça


Moradores se queixam de vazamento de caixa d’água


Casos de sarampo e pólio aumentaram em todo o mundo, diz relatório da OMS


1