Polícia de Venceslau desarticula esquema de golpes contra empresas agropecuárias
Polícia de Venceslau desarticula esquema de golpes contra empresas agropecuárias

 

A Polícia Civil de Presidente Venceslau desarticulou um esquema que era utilizado para aplicar golpes em compras por telefone em empresas agropecuárias locais e da região, com uso de firmas “fictícias”, conhecidas como “araras”. 
As investigações identificaram sete pessoas envolvidas com o grupo que, de início ,responderá  em liberdade, já que os crimes ocorreram há mais de 30 dias. São cinco homens e duas mulheres. As provas apreendidas ainda dependem de tratamento para a correta vinculação de todos os envolvidos.
As investigações, que levaram o nome de Operação Off Line, surgiram há 15 dias, quando um empresário de Presidente Venceslau relatou ter sido vítima de um golpe avaliado em R$ 70 mil.
Anteontem, 20, os policiais cumpriram buscas nas cidades de Flórida Paulista, Buritama, Brejo Alegre e Birigui, que resultaram em apreensões de provas que ligam os sete envolvidos, até então desconhecidos, e de parte das mercadorias relacionadas ao golpe aplicado em Presidente Venceslau e em outras localidades.
Em Birigui, foram encontradas com os investigados notas fiscais de uma empresa utilizada nos golpes e informações sobre outras possíveis vítimas daquela região, além de R$ 1.390 em dinheiro, 12 pedras douradas com aparência de ouro, 12 celulares, quatro notebooks, três relógios de luxo e uma porção de cocaína. Seis pessoas estavam dentro de uma casa e não souberam explicar quem era o responsável pela locação do imóvel.
De acordo com o delegado Everson Contelli, coordenador da Central de Polícia Judiciária de Presidente Venceslau e responsável pelas investigações, três empresas eram utilizadas na aplicação dos golpes. Os investigados realizavam compras por telefone utilizando o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) dessas empresas e depois desapareciam da cidade levando as mercadorias.
O local interditado em Birigui era a nova base do grupo que começaria a aplicar os golpes naquela cidade nos próximos dias.
Na cidade de Brejo Alegre, os policiais civis identificaram um homem responsável pelo transporte das mercadorias e apreenderam com ele 16 sacos de ração em uma propriedade rural. O produto é objeto do golpe praticado em Presidente Venceslau.
Em Flórida Paulista, os policiais identificaram mercadorias sem notas e apreenderam computadores e celulares.
Contelli explicou que os sete envolvidos são investigados pelos delitos de estelionato e associação criminosa.

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade








 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1