Faturamento do varejo na região de PP deve atingir R$ 9 bilhões em 2017
Faturamento do varejo na região de PP deve atingir R$ 9 bilhões em 2017


O Sincomércio do Pontal do Paranapanema/Alta Paulista estima que, em dezembro, mês do Natal, as vendas do comércio varejista na região de Presidente Prudente apresentem alta de 3% na comparação com 2016, atingindo R$ 928,6 milhões, isto é, R$ 27,2 milhões a mais em relação ao ano passado, que apresentou alta de 2,8% em comparação com dezembro de 2015.
Para 2017, as vendas devem atingir um montante de R$ 9 bilhões, alta real de 3,3% contra 2016, quando o faturamento foi de R$ 8,7 bilhões, 0,9% superior ao ano anterior.
Dessa forma, a região terá a menor participação nas vendas do varejo paulista entre as 16 regiões avaliadas pela Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), sendo responsável por 1,4% do faturamento anual total.
Empregos formais
O mercado de trabalho do comércio varejista na região de Presidente Prudente deverá eliminar 510 empregos com carteira assinada em 2017, saldo de 13.671 admissões contra 14.181 desligamentos. Com isso, o varejo na região deve encerrar o ano com 38.017 trabalhadores ativos, recuo de 1,3% em relação ao fim do ano anterior.
De acordo com o Sincomércio, apenas os setores de supermercados e de farmácias e perfumarias terão saldos positivos em 2017, com a geração de 72 e 50 empregos, respectivamente. O destaque negativo será a perda de 147 vínculos projetada para outras atividades, enquanto as lojas de móveis e decoração devem registar a maior taxa de retração no estoque de trabalhadores, (-6,6%) em relação ao fim de 2016, representando 68 empregos formais a menos. (Com Assessoria)

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade


Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

TRIBUNAL DO CRIME


SAP adquire mais de duas mil novas armas para agentes


Incêndio consome 300 ha da reserva florestal do Córrego do Veado


ANS está ‘contaminada pelos interesses do mercado’, afirma IDEC


Relatório denuncia contaminação de comunidades rurais por agrotóxicos


1