Governo repassa mais de R$ 156 mi para 442 municípios paulistas
Governo repassa mais de R$ 156 mi para 442 municípios paulistas

 

O governador Geraldo Alckmin assinou nesta sexta-feira (2) o 1º lote de convênios de 2018 com 442 municípios, sendo 765 com prefeituras e 348 com entidades assistenciais, num total de 1.113 acordos. O investimento total será de R$ 156,9 milhões.
“Esses convênios que estão sendo assinados são fruto do diálogo. É o diálogo que constrói as pontes entre o governo e a sociedade civil. São fruto do diálogo as parcerias entre o governo e as entidades, entre o governo e as prefeituras, que estão mais perto do povo, que sabem o que o povo está precisando”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.
Os repasses serão destinados para aquisição de ambulâncias, equipamentos hospitalares, máquinas, construção de pista de skate, custeio, recapeamento de ruas, reconstrução de pontes e obras de infraestrutura, entre outros.
Os convênios estão divididos por cinco secretarias, sendo 69 da Secretaria da Casa Civil, com investimentos de R$ 18,6 milhões. Foram assinadas também 10 Autorizações do Governador, que somam R$ 4,4 milhões.
A Secretaria da Saúde assinou 1.035 convênios com 429 municípios, sendo 688 com prefeituras (R$ 78,9 milhões) e 347 com entidades assistenciais (R$ 48,3 milhões), totalizando R$ 127,2 milhões da pasta.
A Secretaria da Casa Militar assinou quatro Autorizações do Governador com quatro municípios, totalizando R$ 1,07 milhão. A Secretaria de Desenvolvimento Social assinou nove Autorizações do Governador, com nove municípios, totalizando R$ 1,6 milhão.
A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania assinou dois convênios do FID (Fundo Estadual de Defesa dos Interesses Difusos), totalizando R$ 4,05 milhões.
 

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade


Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

Sincomércio recebe pauta para convenção coletiva da categoria


Comissão inclui alfabetização plena e leitura como objetivos da educação básica


Cármen Lúcia suspende novas regras de cobrança dos planos de saúde


Candidatos com mandato terão prioridade na distribuição do fundo eleitoral, dizem partidos


Ministério do Trabalho é invadido e tem salas reviradas


1