Melo concorda com demolição do coreto, mas critica ausência de programa anti-drogas
Melo concorda com demolição do coreto, mas critica ausência de programa anti-drogas

Na semana passada, o assunto que dominou as redes sociais em Venceslau foi a demolição do coreto da Praça Antonio Pinto da Silva, no bairro Santa Filomena. Para justificar demolição, a administração municipal ressaltou que o local era utilizado para consumo de drogas no período noturno, uma queixa contumaz dos moradores e comerciantes daquela região.
O vice-prefeito de Presidente Venceslau, Osvaldo Melo (PT), mostrou-se favorável à demolição, inclusive chegou a comentar o assunto com o prefeito Duran. “Já havia dito isso pro Jorge, desde que algo fosse colocado no lugar”, afirmou, ao reconhecer que o coreto não tinha função alguma. 
No entanto, para o vice-prefeito, o mais grave nesse momento é que o município não tem políticas públicas para o enfrentamento ao consumo de drogas na cidade. Ele lembra que na primeira gestão de Duran aconteceu uma reunião para discutir a adesão ao programa “Crack, é possível vencer”, lançado em 2014, pelo então ministro da Justiça José Eduardo Cardozo. “Estive em Brasília, falei pessoalmente com o ministro Zé Eduardo Cardozo, participei do painel sobre o programa”, no entanto não houve avanço para o funcionamento em Presidente Venceslau, após encontro que reuniu representantes do Ministério Público, delegados, secretários municipais e membros da sociedade civil, na Câmara Municipal”, disse.
Ainda de acordo com Melo, o convênio foi firmado por estados e podia ser celebrado entre União e prefeituras, contemplando viaturas, motos, sistema de câmaras para monitoramento, técnicos, médicos, enfermeiras, assistentes sociais e pessoal de apoio
“O que resolve a questão da demolição? Sem políticas públicas não se enfrenta essa questão. Política de higienização não resolve”, concluiu. 

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade


Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

Perda de prazo leva TJ a bloquear contas da Prefeitura de Presidente Venceslau


Comércio varejista da região cria 25 postos de trabalho em abril


Mullher tenta entrar em presídio com anotações na calça


Moradores se queixam de vazamento de caixa d’água


Casos de sarampo e pólio aumentaram em todo o mundo, diz relatório da OMS


1