Justiça bloqueia R$ 10 milhões de integrantes de facção paulista
Justiça bloqueia R$ 10 milhões de integrantes de facção paulista


A justiça bloqueou parte dos bens de integrantes da quadrilha paulista que comanda crimes de dentro dos presídios. Eles são acusados das mortes de dois chefes da facção. O bloqueio inclui uma chácara, um helicóptero e três lanchas.
Os bens valem cerca de R$ 10 milhões e, segundo a polícia, foram comprados com o dinheiro da venda de drogas. Ao final do processo, todos os bens confiscados da quadrilha podem ser leiloados pela Justiça.
A chácara fica em um condomínio fechado em Bertioga, no litoral sul paulista. No lugar, segundo as investigações, ocorriam grandes festas promovidas pelo bando.
Segundo a investigação, o dono da chácara é André Luiz da Costa Lopes, o Andrezinho. Ele é um dos procurados pelos assassinatos de dois chefes da facção paulista: Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue e Fabiano Alves de Souza, o Paca, em fevereiro, no Ceará.
Chácara de R$ 1 milhão
A chácara é grande e está avaliada em cerca de R$ 1 milhão de reais, tem quatro chalés para visitas e um chalé de uso exclusivo da família. Há ainda um espaço de reuniões com lareira e um grande salão de festas.
O imóvel foi comprado há três anos e passou por uma grande reforma, que incluiu uma piscina nova. A polícia diz que havia festas na chácara, mas que depois do início do ano, quando ocorreram as mortes no Ceará, o dono nunca mais apareceu.
No lugar só fica um caseiro, que duas semanas atrás ele foi feito refém por doze homens que chegaram com um caminhão, recolheram eletrodomésticos, aparelhos de ar-condicionado, móveis e objetos pessoais.
À procura de armas e de dinheiro, os homens derrubaram forros, cortaram placas do gesso no teto e até escavaram o chão de um quarto antigo nos fundos da propriedade. De lá, segundo a polícia, foram retirados tonéis.
Lanchas
Das três lanchas apreeendidas, uma está equipada com quarto, cozinha e sala de estar. A embarcação foi encontrada em Guarujá, no litoral paulista, e está avaliada R$ 800 mil.

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade









 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1