Produção de veículos sobe 39% em setembro, diz Anfavea


A produção de veículos no Brasil subiu 39,1% em setembro, na comparação com o mesmo período do ano passado, afirmou ontem a associação das montadoras (Anfavea).
Foram produzidas 236.994 unidades de carros, comerciais leves (picapes e furgões), caminhões e ônibus no mês passado, enquanto em setembro de 2016 a indústria alcançou 170.304 unidades.
No acumulado do ano, de janeiro a setembro, o crescimento é de 27%, com 1.986.654 veículos, contra 1.564.485 unidades no mesmo período do ano passado.
As exportações seguem puxando a recuperação do setor, com 60 mil unidades enviadas para fora do país em setembro - um avanço de 52% sobre o número registrado no mesmo mês de 2016.
No ano, as exportações cresceram 55,7% e bateram recorde histórico, com 566 mil unidades. Até então, o melhor resultado era de 2005, com 547 mil.
Vendas no Brasil
A comercialização de veículos novos no país também mostrou uma retomada. Os emplacamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos cresceram 24,5% sobre o mesmo mês de 2016 e acumulam alta de 7,4% no ano.
No entanto, o número pode não se repetir nos próximos meses, porque a base de comparação era muito baixa, segundo Rogelio Golfarb, vice-presidente da Anfavea.
“É prematuro usar o número de setembro e entender que ele é sustentável, nessa magnitude, até o final do ano.”
Empregos mantidos
O nível de emprego nas montadoras se estabilizou na comparação com agosto, somando 126.280 funcionários diretos, o que representa leve alta de 1,3% sobre os empregados em setembro do ano passado (incluindo as empresas de máquinas agrícolas).
As estimativas até o final do ano foram mantidas. De acordo com a Anfavea, o setor deve fechar o ano com alta de 25,2% na produção, 7,3% nos licenciamentos e 43% nas exportações. (Com G1)


Publicidade

Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1