Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo, 10, mostra que Lula manteve a mesma fatia do eleitorado que detinha logo após sua prisão. Em abril, tinha 31% das intenções de voto. Na pesquisa realizada na quarta-feira 6 e na quinta-feira 7, ela se manteve no mesmo patamar: 30%. O instituto também mostra que seus eleitores votariam “com certeza” no candidato que ele vier a apoiar caso a Justiça barre sua participação. 
Realizado após a greve dos caminhoneiros, o levatamento indica um sutil crescimento de Jair Bolsonaro nas pesquisas do instituto. No cenário com Lula, o ex-militar tem 17% das intenções de voto. Na ausência do ex-presidente, chega a 19%. 
Em pesquisa de abril, realizada pouco após a prisão de Lula, Bolsonaro tinha 15% no cenário com o petista e 17% em caso de ausência. Como a margem de erro do novo levantamento é de dois pontos percentuais, não é possível garantir, porém, o novo patamar do pré-candidato do PSL. 
Caso a Justiça impeça Lula de concorrer, há um pelotão disputado atrás de Bolsonaro. Segundo o Datafolha, Marina Silva, da Rede, tem 15%, e Ciro Gomes chega a 10%. O pré-candidato do PDT ganha fôlego quando Lula não participa da disputa: com ele, Ciro tem 6%. 
Geraldo Alckmin segue estacionado nas pesquisas. Tem 6% no caso de Lula disputar, e 7% no cenário sem o petista. O tucano tem buscado atacar Bolsonaro, ao chamá-lo para debates e criticá-lo por falta de propostas. 
O Datafolha mediu dois cenários com candidatos petistas alternativos. O ex-prefeito paulistano Fernando Haddad registrou 1%, o mesmo patamar de Jaques Wagner, ex-governador da Bahia. 
Pouco conhecidos pela população, as alternativas petistas tem potencial de crescimento, porém. O instituto não apresentou o nomes de Haddad ou de Wagner como possíveis “candidatos de Lula”, mas mediu que 30% dos entrevistados votariam “com certeza” no nome escolhido pelo ex-presidente, enquanto outros 17% talvez o façam. Outros 51% afirmam que não votariam. (Com Agências)
 


Publicidade


Busca

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

Aprovado PL que permite medida protetiva às mulheres sem autorização judicial


Faixas de pedestres em PV geram discussão nas redes sociais


Reforma trabalhista será tema de palestra em PV


UNIVESP inicia as atividades em Presidente Venceslau


Seis em cada 10 crianças no Brasil vivem na pobreza, diz Unicef


1