Impeachment: Peres cita ‘manobra estatutária’ e ‘golpismo e traição’


O presidente do Santos, José Carlos Peres, se pronunciou por meio de nota oficial divulgada na tarde desta terça-feira, um dia após o Conselho Deliberativo do Santos aprovar o prosseguimento dos dois pedidos de impeachment.
José Carlos Peres classificou a vitória da oposição como “manobra estatutária” e detalhou pontos “reveladores” em seu texto.
“Funcionários da atual gestão, com claros e conhecidos laços políticos, organizaram e instruíram a colação das faixas pró-impeachment demonstrando às claras o golpismo e traições internas neste processo”, diz um trecho da nota.
Com a aprovação dos dois pedidos de impeachment, a decisão sobre o futuro do dirigente será dos sócios do Santos, em assembleia geral ainda a ser marcada, que provavelmente será no dia 29 de setembro.
“O verdadeiro torcedor santista pode sim ter críticas a mim, apontar falhas nestes 8 meses iniciais, mas reconhece também inegáveis avanços e com certeza saberá em sua maioria escolher o lado em prol do clube. Lutarei até o final, não por vaidade ou apego ao poder, mas por senso de justiça e pensando sempre num Santos grande, nacional, mundial e não amarrado a interesses provincianos e espúrios”, afirmou o dirigente.


Publicidade









 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

'ESPELHO DA VIDA'


'O TEMPO NÃO PARA'





1